sexta-feira, 10 de junho de 2011

Só a Ti procuro

video

Testemunhos do LUAL


A noite do Lual, foi um encontro fantástico sem comparações. Nunca vivi nada semelhante.
Achei divino o encontro, e a maneira de com aconteceu uma comunhão entre gerações e se podia sentir  o Espírito Santo a pairar sobre nós!
Houve alturas, em que parecia-me, não estávamos ali, mas sim no céu. Seria?
Não sei explicar bem o que vivi!...
Mas senti que  foi muito forte e com uma intimidade inexplicável entre o céu e a terra.

Inês Costa



O Lual na praia, para mim foi uma experiência única, um momento de paz interior em sintonia com a lua, as estrelas e o mar, uma corrente de oração para louvar o nosso Deus.
Momento único e lindo, em que nossos corações se uniram às nossas vozes e juntos louvaram o Senhor.
Joana Pereira



Participar pela primeira vez de um LUAL foi uma experiência única e que espero voltar a repetir. Eu e o meu filhote!
Foi muito bom poder estar na praia à luz da lua a cantar e a rezar, pois quem canta reza duas vezes.
Melhor ainda foi ver tantos jovens que animaram com as suas vozes e violas. Numa altura em que os valores morais e religiosos andam tão esquecidos, estes jovens dão testemunho de que ainda há esperança num mundo melhor. São eles a semente que cresce e dá fruto.
O momento que mais me tocou foi quando se juntou a nós um grupo de jovens estrangeiros que estavam a passar a sua última noite em Portugal. Ficaram um pouco para nos ouvir cantar. Não entendiam a nossa língua, mas no seu coração de certo levaram a mensagem que transmitíamos, pois no fim uma das jovens agradeceu e disse : “Continuem porque o que fazem, fazem-no bem!”. Só por isso já valeu a pena.
Para mim esse momento quis dizer que não interessa a língua que falemos, Jesus fala e entende de todas as maneiras. Ele atravessa os corações e toca o mais profundo do nosso ser. Só precisa da nossa disponibilidade, do nosso coração aberto, do nosso sim. Estamos dispostos a isso?
Contem comigo para o próximo LUAL!
Paula Martins


  
Uma noite de Lual na praia.
 Um bom grupo de jovens e adultos, juntamo-nos para testemunhar a fé com cânticos e alegria, em clima de festa.
Despertados pela curiosidade, quem se aproximou ficou tocado, assim como eu e todos os que estávamos a viver, uma noite diferente de louvor, animada pelo Espírito Santo, que ia tocando cada coração como uma brisa suave.
Senti que o Senhor, a cada um pegou ao colo naquela noite. Na areia,  pudemos sentimos o calor do Amor de Deus.
Louvado seja o Senhor que nos criou!
Joaquim Carreira

Novena Pentecostes dia 10 Junho

8º Dia: Com Gratidão, Acolhemos os Dons do Espírito


1. Invocação do Espírito

§ Cântico

§ Oração

Vem, Espírito Santo, Espírito de Pentecostes, acende no coração da Igreja

e de cada um de seus filhos a alegria da consagração e o ardor da missão,

no seguimento de Jesus Cristo.

Vem Espírito Santo,Espírito de santidade, Desperta em nós o desejo de ser santos

e enche-nos com a Tua graça para que, a exemplo de Maria, saibamos acolher Jesus,

e apresentá-l’O aos homens como Luz do mundo!

Vem Espírito Santo, Espírito de comunhão, renova em nós, na família espiritana

e na Igreja, o espírito de unidade; e congrega no banquete do Reino

os filhos de Deus dispersos – dos quatro cantos do mundo!

2. Palavra de Deus: 1Cor 12,1-11

Quanto aos dons espirituais, irmãos, não vos quero deixar na ignorância. Sabeis que, no tempo em que éreis pagãos, vos deixáveis arrastar, conforme vos levassem, aos ídolos mudos. Por isso, faço-vos saber: ninguém que fale sob a acção do Espírito de Deus pode dizer: «Jesus é maldito» e ninguém pode dizer: «Jesus é o Senhor», senão por influência do Espírito Santo. Há, pois, diversidade de dons, mas o Espírito é o mesmo; há diversidade de serviços, mas o Senhor é o mesmo; e há diversidade de operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos. Mas a manifestação do Espírito é dada a cada um para proveito comum. A um o Espírito dá uma palavra de sabedoria; a outro, uma palavra de ciência, segundo o mesmo Espírito; a outro, a fé, no mesmo Espírito, a outro, o dom das curas, nesse único Espírito; a outro, o operar milagres; a outro, a profecia; a outro, o discernimento dos espíritos; a outro, o falar diversas línguas. Tudo isto, porém, o opera o mesmo e único Espírito, que distribui a cada um, conforme entende.

3. Regra de Vida: 39, 86, 99.5

Esta caridade, primeiro dom do Espírito, manifesta que o Senhor nos reúne e envia: «Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros» (Jo 13,35).

Na oração, somos purificados e transformados pelo Espírito Santo: os Seus dons e os frutos da Sua presença (Gal 5,22-23) tornam-se em nós fonte de equilíbrio humano e espiritual e fecundam toda a nossa vida.

Precisamos de silêncio para viver na intimidade com Deus, para acolher os dons do Espírito e para melhor amar os irmãos.

Compete a cada comunidade determinar os lugares e tempos de silêncio, favoráveis à oração e ao recolhimento.

4. Ressonância/Partilha

5. Oração

Virgem Mãe, aceitai a oferta que vos faço de mim!

Dai-me ao Espírito Santo.

Quero consagrar-me inteiramente a Ele e ao vosso Coração.

Dou-vos a minha alma para que ela vos pertença

Como uma criança pertence à sua mãe.

Desejo amar-vos toda a minha vida com um amor terno e filial.

Abro o meu coração e abandono-me ao divino Espírito,

Para que Ele o encha, o possua e nele aja

Como soberano Mestre e Senhor.

6. Cântico


quinta-feira, 9 de junho de 2011

Novena Pentecostes dia 9 Junho

7º Dia: Movidos pelo Espírito,

Vivemos em Oração e União Prática

1. Invocação do Espírito

§ Cântico

§ Oração

Vem, Espírito Santo, Espírito de Pentecostes, acende no coração da Igreja

e de cada um de seus filhosa alegria da consagração e o ardor da missão,

no seguimento de Jesus Cristo.

Vem Espírito Santo,Espírito de santidade,

Desperta em nós o desejo de ser santos

e enche-nos com a Tua graça para que, a exemplo de Maria, saibamos acolher Jesus,

e apresentá-l’O aos homens como Luz do mundo!

Vem Espírito Santo, Espírito de comunhão, renova em nós, na família espiritana

e na Igreja, o espírito de unidade; e congrega no banquete do Reino

os filhos de Deus dispersos – dos quatro cantos do mundo!

2. Palavra de Deus: Rom 8,24-27

Na esperança é que fomos salvos. Mas, a esperança que se vê não é esperança, pois aquilo que alguém vê, como é que o espera ainda? Mas, se esperamos o que não vemos, com paciência o esperamos.

De maneira semelhante é que o Espírito vem em ajuda da nossa fraqueza, pois não sabemos o que devemos pedir em nossas orações, mas é o próprio Espírito que intercede por nós com gemidos inefáveis. Aquele que perscruta os corações bem sabe qual é o empenho do Espírito, pois é em conformidade com Deus que Ele intercede pelos Santos.

3. Regra de Vida: 85, 87, 88

É o Espírito de Cristo que «vem em auxílio da nossa fraqueza» (Rom 8,26), nos conduz pelos caminhos da Missão e ora no fundo dos nossos corações. Somos verdadeiramente apóstolos, na medida em que nos entregamos inteiramente a Ele em toda a nossa vida.

A nossa oração e a nossa actividade apostólica estão, por isso, estreitamente ligadas e complementam-se mutuamente. A união a Deus na oração conduz-nos a servir os irmãos; a actividade apostólica, por sua vez, é culto prestado a Deus no Espírito (Rom 1,9) e aprofundamento da nossa união com Ele.

Na esteira de Libermann, procuramos viver a tensão entre oração e acção, inerente a toda a vida cristã, na «união prática», estado habitual de fidelidade aos impulsos do Espírito Santo. Esta «união» é como um instinto do coração naquele que fez o sacrifício de si mesmo a fim de «ser livre para se ocupar dos outros e os conduzir a Deus» (N.D. XIII, 708). Deste modo, as nossas alegrias, dificuldades e sofrimentos, as obras de zelo e os próprios reveses são vividos no Espírito de Deus.

4. Ressonância/Partilha

5. Oração

Virgem Mãe, aceitai a oferta que vos faço de mim!

Dai-me ao Espírito Santo.

Quero consagrar-me inteiramente a Ele e ao vosso Coração.

Dou-vos a minha alma para que ela vos pertença

Como uma criança pertence à sua mãe.

Desejo amar-vos toda a minha vida com um amor terno e filial.

Abro o meu coração e abandono-me ao divino Espírito,

Para que Ele o encha, o possua e nele aja

Como soberano Mestre e Senhor.

Cântico

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Novena Pentecostes dia 8 Junho

6º Dia: À Luz do Espírito,

discernimos os Caminhos da Missão

1. Invocação do Espírito

§ Cântico

§ Oração

Vem, Espírito Santo, Espírito de Pentecostes, acende no coração da Igreja

e de cada um de seus filhosa alegria da consagração e o ardor da missão,

no seguimento de Jesus Cristo.

Vem Espírito Santo,Espírito de santidade,

Desperta em nós o desejo de ser santos

e enche-nos com a Tua graça para que, a exemplo de Maria, saibamos acolher Jesus,

e apresentá-l’O aos homens como Luz do mundo!

Vem Espírito Santo, Espírito de comunhão, renova em nós, na família espiritana

e na Igreja, o espírito de unidade; e congrega no banquete do Reino

os filhos de Deus dispersos – dos quatro cantos do mundo!

2. Palavra de Deus:

Nas cidades por onde passavam, transmitiam e recomendavam aos irmãos que cumprissem as decisões tomadas pelos Apóstolos e pelos anciãos de Jerusalém. Dessa forma, as Igrejas eram confirmadas na fé e cresciam em número, de dia para dia.

Depois de atravessarem a Frígia e o território da Galácia, tendo-lhes o Espírito Santo impedido de anunciar a palavra na Ásia, chegando à fronteira da Mísia, tentaram dirigir-se a Bitínia, mas o Espírito de Jesus não lho permitiu. Ora, durante a noite, Paulo teve uma visão: Um macedónio estava de pé diante dele e fazia-lhe este pedido: «Passa à Macedónia e vem ajudar-nos!» Logo que ele teve esta visão, procurámos partir para a Macedónia, persuadidos de que Deus nos chamava para aí anunciar a Boa Nova.

3. Regra de Vida: 44.1, 76

Para exercermos um verdadeiro discernimento, permanecendo fiéis às exigências da nossa vocação Espiritana, pomo-nos à escuta do que o Espírito Santo diz hoje

- pela nossa Igreja local

- pela Igreja universal

- pelo meio humano e pelo mundo em que vivemos.

O Espírito Santo grava a Sua lei de amor em nossos corações; dá-nos a Sua luz para discernirmos a vontade do Pai e concede-nos a docilidade para nos conformarmos com ela, mesmo que nos conduza aonde não gostaríamos de ir (Jo 21,18).

4. Ressonância/Partilha

5. Oração

Virgem Mãe, aceitai a oferta que vos faço de mim!

Dai-me ao Espírito Santo.

Quero consagrar-me inteiramente a Ele e ao vosso Coração.

Dou-vos a minha alma para que ela vos pertença

Como uma criança pertence à sua mãe.

Desejo amar-vos toda a minha vida com um amor terno e filial.

Abro o meu coração e abandono-me ao divino Espírito,

Para que Ele o encha, o possua e nele aja

Como soberano Mestre e Senhor.

6. Cântico